Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008
" O SONHO"

-

          O sonho é incontrolável

          mata, ou alimenta a esperança

          como a fé, o sonho é inabalável

          sendo por isso, o grande responsável

          para lá, de tudo que, a vista alcança

-

          Sonhei que, era pobre...Um dia

          Chamei-lhe um sonho, ruim

          porque na vida,nada me sorria

          ao divulgá-lo, toda a gente me dizia,

          que queres...Este mundo é mesmo assim

-

          Um outro sonho, me aconteceu,

          desta vez fiquei feliz, fui premiado

          estava rico, o mundo era só meu

          Poderoso, arrogante, fariseu

          sempre, p,los rastejantes venerado

-

          Sonhando viajei pelo mundo,

          fui ao futuro,fui até à antiguidade

          fui actor, profeta, fui vagabundo,

          fiz-me passar até por moribundo,

          para descobrir, a verdadeira amizade

-

          Aquela que, vive da realidade

          para além, de tudo que, o poder alcança

          descobri, a verdadeira liberdade,

          agora sigo, pelo caminho da verdade,

          pelo sonho renovei,  minha esperança.

-

                  Josémanangão

         



publicado por POESIA-NO-POPULAR às 00:34
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De JaLouca@gmail.com a 17 de Janeiro de 2008 às 16:33
José, obrigada por me dar a conhecer este blog.Adorei tudo o que aqui tem.
É lindo, fresco, mostra-nos bem a pessoa que o José é.
Aqui há vida, felicidade, esperança!.
Aqui é como quem está num pinhal com o rio ao fundo respirando o arpuro e os aromas vindos do rio e desse mesmo pinhal.
Será isso a influência da quintinha trabalhosa?
Penso que sim.
Cumprimentos e um grande obrigada
Maria


De JaLouca@gmail.com a 17 de Janeiro de 2008 às 16:33
José, obrigada por me dar a conhecer este blog.Adorei tudo o que aqui tem.
É lindo, fresco, mostra-nos bem a pessoa que o José é.
Aqui há vida, felicidade, esperança!.
Aqui é como quem está num pinhal com o rio ao fundo respirando o arpuro e os aromas vindos do rio e desse mesmo pinhal.
Será isso a influência da quintinha trabalhosa?
Penso que sim.
Cumprimentos e um grande obrigada
Maria


Comentar post

.mais sobre mim
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. BRINCADEIRA

. DESGARRADA POÉTICA POPULA...

. "SER CRIANÇA"

. POESIA A MOTE

. MEUS DEDOS

. POESIA -A- MOTE

. NO OUTONO DA VIDA

. "DESGARRADA POÉTICA"

. CONTINUAÇÃO DO POST ANTER...

. "CULTURA POPULAR"

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.favoritos

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

.links
.as minhas fotos
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds