Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008
" QUEM ME DERA SER "

*

Ah quem me dera ser o mar

Onde o teu olhar está navegando

Dobrava o meu ondular

Para teu sonho embalar

E o teu corpo ir conquistando

*

Ah quem me dera ser o mar

Onde libertas a tua esperança

Fazia teu corpo flutuar

E tudo para te agradar

Merecer a tua confiança

*

Ah quem me dera ser o mar

Onde mergulhas teus desejos

Sentir o teu coração pulsar

Teu corpo poder acaríciar

Inundar-te com meus beijos

*

Ah quem me dera ser o mar

Onde flutuam teus pensamentos

Para teus segredos partilhar

Ao teu ouvido mermurar

A verdade dos meus sentimentos

*

Ah quem me dera ser o mar

Que por ti é  admirado

Ter a arte de deslumbrar

Como ele, eterno, para te amar

E por ti ser eternamente, amado.

*

Josémanangão



publicado por POESIA-NO-POPULAR às 00:11
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De maria a 15 de Fevereiro de 2008 às 21:40
Não conhecia este blog, só conhecia o outro....
Gostei destas palavras, sim, e também te digo que gostaria de ser mar....
Muito obrigada, Camarada!

Um abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 16 de Fevereiro de 2008 às 10:18
Maria
Que seria de nós sem o mar?
Eu nasci á beira do Tejo e vivo á beira do sado!
Bem haja pela vizita
JM


Comentar post

.mais sobre mim
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. BRINCADEIRA

. DESGARRADA POÉTICA POPULA...

. "SER CRIANÇA"

. POESIA A MOTE

. MEUS DEDOS

. POESIA -A- MOTE

. NO OUTONO DA VIDA

. "DESGARRADA POÉTICA"

. CONTINUAÇÃO DO POST ANTER...

. "CULTURA POPULAR"

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.favoritos

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

.links
.as minhas fotos
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds