Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007
"SERRA DA ARRÁBIDA"

 

        Serra da Arrábida a grande jóia

      Beijada pelas águas do rio Sado

      Na sua frente a península de Tróia

     A cidade de Setúbal vive a seu lado

-

      Tem no seu ventre um convento

       Cercado por luxuriante vegetação

       Não fora essa doença do cimento

       A Natureza cumpriria a evolução

-

       As escarpadas afiadas pelo tempo

       Suas grutas ainda por desvendar

       Sua beleza acariciada pelo vento

-

       Os mirantes onde vamos admirar

       Ao seu redor e em cada momento

       O infinito onde o céu se junta ao mar.

-

        Josémanangão



publicado por POESIA-NO-POPULAR às 19:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. BRINCADEIRA

. DESGARRADA POÉTICA POPULA...

. "SER CRIANÇA"

. POESIA A MOTE

. MEUS DEDOS

. POESIA -A- MOTE

. NO OUTONO DA VIDA

. "DESGARRADA POÉTICA"

. CONTINUAÇÃO DO POST ANTER...

. "CULTURA POPULAR"

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.favoritos

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

.links
.as minhas fotos
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds