Domingo, 15 de Junho de 2008
POESIA A MOTE

-

Mote

Os números fazem as contas,

com mais ou menos valia

As letras fazem as palavras,

e as palavras a poesia.

Glosas

Os números fazem as contas

Que dão grandes discuções

Causando muitas afrontas,

ilusões e emoções.

*

A culpa é sempre dos números

com mais ou menos valia

Ou porque alguns energúmenos

usam menos ortodóxia

*

fazendo das pessoas escravas

Os números roubam-nos a alegria

As letras fazem as palavras

O sonho e a fantazia

*

Os números geram mixórdia

As palavras, o amor a utopia

Os números são motivo de discórdia

As palavras são a poesia

*

Josémanangão

 

 



publicado por POESIA-NO-POPULAR às 17:18
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Utopia das Palavras a 18 de Junho de 2008 às 12:47
Pena é a mais valia
Não ser distribuída
Ficamos com a poesia
E Eles com a boa vida!

Um Abraço
Miguel/Ausenda


Comentar post

.mais sobre mim
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. BRINCADEIRA

. DESGARRADA POÉTICA POPULA...

. "SER CRIANÇA"

. POESIA A MOTE

. MEUS DEDOS

. POESIA -A- MOTE

. NO OUTONO DA VIDA

. "DESGARRADA POÉTICA"

. CONTINUAÇÃO DO POST ANTER...

. "CULTURA POPULAR"

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.favoritos

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

.links
.as minhas fotos
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds