Quinta-feira, 12 de Junho de 2008
MEUS DEDOS

-

Mote

Meus dedos estou observando.

sua eficácia e sua prontidão

Trabalhando sobre o meu comando,

e a força da imaginação

 

Gloosas

 

Meus dedos estou observando,

diferentes na forma de actuar

Uns apertam, outros vão soltando,

obedecendo ao meu imaginar

*

Colaborando com ordem e disciplina

sua eficácia e sua prontidão

Respeitando a vontade que me anima

de servir a humanidade e a razão

*

Dá gosto vê-los, juntos actuando,

imbuídos da maior solidariedade

Trabalhando sobre o meu comando

em prol da justiça e da igualdade

*

Vamos todos escorraçar nossos medos,

abandonar para sempre a ilusão

 Seguir o exemplo dos nossos dedos

-e a força da imaginação.

 

*

Josémanangão

 

 



publicado por POESIA-NO-POPULAR às 17:04
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De maria a 15 de Junho de 2008 às 05:32
Não vou repetir aqui que gosto desta poesia....
... lembra-me o fado... :)))


Comentar post

.mais sobre mim
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. BRINCADEIRA

. DESGARRADA POÉTICA POPULA...

. "SER CRIANÇA"

. POESIA A MOTE

. MEUS DEDOS

. POESIA -A- MOTE

. NO OUTONO DA VIDA

. "DESGARRADA POÉTICA"

. CONTINUAÇÃO DO POST ANTER...

. "CULTURA POPULAR"

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.favoritos

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

.links
.as minhas fotos
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds